segunda-feira, dezembro 11, 2006

L024 - Esquisita eu?

Esquisitices

Estava eu há bem pouco tempo a actualizar uma amiga acerca da minha nova situação (é que passei da situação de noivado para o de encalhada) quando ela em conversa lança a seguinte “bomba”:


“perréupeupeu pardais ao ninho ah e tal porque tu és uma esquisita do caraças….”


RAISMAPARTAM se não me deu uma vontade tremenda de lhe pregar com um escarro na cara! Foda-se!!! Ainda por cima ela sabendo um pouco das minhas histórias!


Mas claro, venho para casa completamente “refodida ao quadrado” quando dou comigo a pensar: Serei mesmo uma esquisita do caraças? Será que sou demasiado exigente? Será que depois destes anos todos a pensar que eram eles, e afinal o problema era meu? Será que sou normal? Nisto começo a fazer uma análise mental de todas as merdas que aturei aos “gajos”. Merdas essas que vou partilhar convoso (algumas.... para vocês não irem para o hospital com uma overdose de cagadas, mas ao menos podem pôr os olhos numa croma que de certeza fez mais burradas que vocês todos juntos):

  • Um deles que fumava umas ganzas (que até era bem giro, e na altura era “cool” ter um namorado assim – claro!! Fase da parvoeira), ainda bem que o mandei à fava pois nem imaginam como ele está com aqueles neurónios depois de várias desintoxicações que já fez (que ele jura que é sempre a última);
  • Posso-vos garantir que o mundo pode acabar à cornada meus amigos, que eu estou aqui bem apetrechada, e seria uma das potenciais finalistas. Posso-o agradecer a um “defunto”, (outra denominação para ex-namorado) que coitado, não me quis deixar indefesa para esta tourada;
  • Outro que agora é um empresário de sucesso, que coitado sofria de uma “qualquer coisa precoce”, (foda-se, essa merda é que não aturo!!)

Depois de uma montra (ah pois é, não estão aqui todos…) destas, ainda me chamam esquisita???? Ou será que mais vale mal-casada que encalhada?


CARALHOSMAFODAM se me arrependo de os ter mandado à merda, nem invejo as respectivas companheiras. E digo mais: CARNE QUE EU NÃO COMA, CAES COM ELA!!!!!!!!!!

12 comentários:

holeart disse...

havia aí uma rapariga que dizia que depois de ter aturado umas quantas tretas ao gajo ...
trocou de campo... de opçao

passou a dizer: "i love donuts"

Luis_Carvalho disse...

Interessante reflexão... Um pouco violenta verbalmente... mas ainda ssim interessante...

Mónica disse...

não és a única a olhar o céu :-))))

Mónica disse...

cães ou cadelas???

Leonor disse...

holeart: Dassssssse, mudar de campo é k não!!!
Mónica: 'cães' é uma expressão.
Gostava de voltar a olhar o céu

Sofia disse...

Leonor,

Esta noite acho que não é uma boa altura para olhar o céu, está muito escuro....

Mas podes é curtir a vida.

Corrigia o termo encalhada por LIVRE e DESEMPEDIDA, que achas?

Mónica disse...

encalhados são aqueles barcos que dão à costa e lentamente apodrecem...

Mónica disse...

marés negras e tal...
muito pouco ecológico!!!

Sofia disse...

Mónica tens razão....

Vês o que aconteceu com o PRESTIGE, quem limpou as marés negras pode estar doente.

Por isso nada de marés negras

;-)

Leonor disse...

Luís: A sociedade é que é violenta...
sofia: Usei esse termo porque é essa a forma como se olha para os 'livres e desimpedidos'.
Mónica: Prestige's??? Ké isso comparado com o verdadeiro encalhamento???
lol
Abraços pelo apoio

Anónimo disse...

Quem fala assim não é gago, isto é: assim é que é falar!...
As mulheres da minha geração, na sua imensa maioria, não falavam (e se calhar nem sequer pensavam...) com esta translúcida frontalidade.
Os meus parabéns pelo teor expressivo do discurso, que não deixa de dizer muito em poucas palavras a respeito de muita coisa vivida e sentida!...
Sempre pensei que ter uma mente assim, desenchovalhada, seria a garantia segura de nunca "encalhar".
A vida é realmente uma questão problemática e nem sempre o mais fácil (aparentemente) deixa de ser o mais difícil (infelizmente).
Estamos ainda, e em certos aspectos nada menos que antes, numa sociedade de silêncios encadeados, de segrêdos amarfanhados e de prisões sem grades!...
Votos de sinceras felicidades e obrigado pelo simpático blog, que vou colocar nos meus favoritos!...

Leonor disse...

Obrigada Costa Brites, é sempre uma honra receber um elogia e muito mais de quem é.
A porta estará sempre aberta e volte sempre.