terça-feira, novembro 28, 2006

L023 - Coisas da vida 5

Subtileza
Claro que após aquela mensagem eu comecei a pensar com mais cautela... (como fazer com que ele compreenda que eu não gostei dele, merda!?!?!?!) Não vá eu dizer algo de errado, ou que dê azo a outras interpretações, e não demora nada apareça ele à porta de casa grávido e a exigir que se vingue a sua honra e eu ainda tenha que casar com ele (foda-se que isto de ser mulher não é nada fácil, muito menos quando se dá assim com um chavascos destes).
Lá usei eu da minha argumentação e para não ferir a susceptibilidade de ninguém (armada em madre teresa de calcutá, é desta que ganho dedinitivamente o meu lugar no céu) respondo:
"blá blá blá és um rapaz impecável, mas eu de momento não quero namorar com niguém, bla bla e coisa e tal. XAU!"
Fodaaaaa-se! Quem me manda ser mentirosa? Também foi por uma boa causa... Não queria que ele fosse a correr atirar-se da ponte (pensando bem...) e depois ficar com o peso na consciência (caraças que isto é que não dá jeitinho nenhum nos dias de hoje).
No sábado à noite e na discoteca do costume (para quem não sabe, é favor ler os posts anteriores), estava lá eu a curtir a noite numa nice (com o meu copinho na mão, claro!), a ouvir uma musica (que já nao me lembro, mas deve ter sido kizomba, arre!!!) quando dou uma vista de olhos ao ambiente, quem encontro a passar por mim? Quem? Estão vocês a pensar: o cromo! E pensam muito bem!! Era ele mesmo em carne e osso... E sabem a melhor?? Fez de conta que não me conhecia e virou a cara!!!
Foda-se, 350 mil vezes foda-se! Ando eu aqui armada em santa casa da misericórdia e depois nem por educação e cortersia me cumprimentam... Olhem-me que isto há com cada uma... (foi nesta altura que pensei que devia ter sido bruta, para ver se o gajo se atirava mesmo da ponte)
Posto isto, meus amigos ficam desde já a saber que em próximas incursões nocturnas e no caso de aparecer cromos destes a dizer que me querem conhecer a resposta vai ser a seguinte:
"E se fosses po caralho? Raspa! Desaparece daqui! Xô! Desinfecta"
PS: Adiem lá as fatiotas que pelo que estou a ver não será tão breve que desencalho....

10 comentários:

mfc disse...

Xiii.... tão cedo não ponho os pés numa discoteca aí para esses lados!

Também sou mais de pubs que de discotecas!

Luis_Carvalho disse...

Existem razões que até a própria razão desconhece...

Luis_Carvalho disse...

Eu bem te avisei para não aceitares o convite a não ser que queiras mesmo...

Leonor disse...

Pois, tinham razao... Mas...
Já tnha aceite o convite!!!
Feita burra...
Mas vai-se aprendendo

Mónica disse...

não senhora! dps de o mandares dar uma volta o que querias, uma paixão platónica?
ai leonor, confessa-te!!!!!!!!

Leonor disse...

Paixão platónica???
Nada disso!!! Educação... É o mínimo que se pode exigir.

Spitfire disse...

Xôra Dona Leonor, há-de me dizer qual é a discoteca em questão... e a que distância fica da ponte... é que eu ainda sou capaz de montar negócio nas imediações a vender redes, tijolos, cimento, e até quem sabe, cintos de chumbo... ficava rico num instante! :)

Leonor disse...

Olá shôr spitfire (cospe fogo??? n será perigoso andar nos linguados contigo??? ainda queimas alguma amigdala. lol) olha que até que é bem pensado. Ainda por cima, há aqui várias pontes, podias abrir filiais... Eu forneço os cliente.
Abraços

Anónimo disse...

$$$$$$$$ Ia eu a dizer, sexta-feira e hoje estive a informar-me sofre as ofertas de mercado nesse ramo particular (o do suícidio a partir de uma ponte depois de uma noite em que o coração é despedaçado com um simples e directo desinfecta), e constatei que na realidade é um nicho de mercado ainda inexplorado... prevejo lucros! E grandes! $$$$$$$$

Mónica disse...

que sádico xiça!