quinta-feira, outubro 26, 2006

M019 - Metal Amarelo

Sempre em alta! (não subo mais de um metro)

14 comentários:

Lúcia disse...

eu subia. não tenho vertigens e o vista deve ser bonita.

DIAFRAGMA disse...

Gosto da côr e da mistura das retas com as curvas.

Mónica disse...

lamento a qualidade da fotografia mas ela já está de pé :-)

Leonor disse...

Eu não subia...

Sofia disse...

Muito bonita esta cor talvez devido ao facto de ser nova ou quase nova, certo?

Teresa Durães disse...

eu subi a uma pirâmide no México em Chichen Itza (90 degraus, cada um com cerca de meio metro cada? não me lembro), nunca olhei para trás.

Quando cheguei ao topo...

hum... conto o resto??? eheheheh

Mónica disse...

tanto comentário interessante :-)

Leonor: deixa-os subir...faz-me companhia!

Sofia: bem observado, não sei se a explicação está no facto de ser de aluguer, mas já reparei que esta empresa de aluguer, montagem e desmontagem de gruas trata-as muito bem, com uma limpeza e pintura que dá gosto, equipamento m boa manutenção, segurança, etc. talvez por tudo isso e por ser fã do ferro e do amarelo (resposta ao Diafragma: tb eu!) um dia tentei-me a subir, parecia tão seguro tão fácil... (vai tu Lima!) dasse!!!!!! subi um metrito e depois comecei a achar que estava muito próxima do céu e não era ainda a minha hora :-)))))

Teresa Durães: já vi que não és catatua de voos és mais de alpinismos!!! tás intimada a contar a história aqui no Automne :-)

henry disse...

nestas escadas e no México em Chichen Itza, a posição do corpo na subida é igual à da descida.
ò Mónica, ali apenas subias dois degraus.
Se estas subidas fossem equiparadas ás carreiras profissionais, ficavas na mesma categoria.
:-)
é aconselhável que começes a treinar umas subidas, de início em montanha com inclinações suaves e graduais e só depois as verticais como é o caso.
Conselho de montanhista/alpinista.

:-)

Mónica disse...

tá bem visto ó henry, mas isso já eu digo no título: subidas e metal amarelo não é comigo!
;-)

bettips disse...

No país de cinto apertado, vossas senhorias vão conseguindo dizer do que é grave, rindo. É bom! Abç

antimater disse...

Uma grua vedeta em enquadramento quase artístisco!

Já caminhamos sobre lanças (devagarinho, bem agarrados). Não,não há herói. Apenas para tirar umas fotos de um outro ângulo!

Anónimo disse...

Ái eu num subo...
Pode alguém começar a espreitar em baixo!!!

Mónica disse...

ilusão optica: a grua ainda estava deitada...

Teresa Durães disse...

mas eu conto!!! podem se rir à vontade!!!

tenho vertigens - ponto 1

subi até lá acima sem olhar para trás - ponto 2

cheguei lá acima virei-me e quase desmaiei!!!

encostei-me à parede mais ao longe das escadas e disse a um colega (viagem finalistas):

- Não desço! (suava!)

ele pensou que estava a brincar
(não estava)
ele reparou
- Estás a brincar? (ainda na dúvida)
- NÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!1
(pálida, suava)
- tens de descer
- NUNCA!!!!!!!!
- Não podes ficar aqui.
- NEM PENSES!!!!!!
(chegam mais colegas, reunião)
devo ter sido rodeada por umas seis pessoas, juro, sempre a falarem comigo calmamente, enquanto eu suava em bico, agarrada à corrente que lá existe para ajudar a descer (lá em cima as pessoas cá em baixo são formigas), contaram anedotas, distrairam-me, fui de gatas, claro, não sei quanto tempo demorei e na minha viagem a Cacun e arredores não subi mais nada, óbvio!!!!

eheheheheh

boa noite!