segunda-feira, outubro 23, 2006

M017 - Descoberta Matinal

Deve ter sido durante o fim de semana porque na sexta-feira não vi nada :-)

35 comentários:

Leonor disse...

Já é da geração sms...
NC e mgm!!! Pena o amut..

Mónica disse...

NGM é que é!
amut é tão giro! :-))

henry disse...

amut...
o rapaz ama mesmo e não precisou de diccionário para o provar.

:-))

Sofia disse...

É pena o Menino(a) não fazer a declaração à Menina(o) em Papel e entregar-lho em mão ou pelo correio.

Ninguém precisava de saber que é um analfabeto(a) e sem respeito pela propriedade alheia.

Lúcia disse...

não há dias marcados para a paixão.

e não interessa como está escrito.

como diz a Maria Bethania, é o amooooor!

Leonor disse...

Sofia: muito bem 'dezido'

Teresa Durães disse...

caramba, não deve é ter amado ninguém porque se foi durante o fim de semana foi pouco tempo para a descoberta.

Ora, se foi pouco tempo para a descoberta, é um amor muito imberbe...

deve ser o primeiro de certeza! Daí, o "como ninguém"

boa tarde! (jovens)**

Leonor disse...

Teresa:
Realmente o jovem 'analfabruto' tem uma certa razão. Não há dois amores iguais. Logo quando se ama é sempre como nunca se amou ninguem...

Teresa Durães disse...

Leonor; mas foi rápido! Nunca descobri o amor em dois dias!

Mónica disse...

vocês tão podres de fosseis: em dois dias tudo é possível, há que ter espirito aberto!

Leonor disse...

Pois, mas como nao uso Impulse...
Não é o impulse que só não nos livra de um grande amor???
Aliás, ainda se vende??
Eu já me conformei que estou fossilizada há bués....
Mónica bota lá pó 'Click'??

Mónica disse...

num ta percebo lianor :-( explica-mi

mfc disse...

E pela escrita... este é pedreiro!
Não o deixes fugir!!

LUN@TIC disse...

é apenas uma questão de linguagem e comunicação ;) a declaração de amor está sempre lá :D

ana garrett disse...

E escreve como não escreve ninguém
;-)

Teresa Durães disse...

dois dias para a paixão, ainda vá, para o amor? (ó Mónica, contigo é tudo assim tão rápido?? ahahhaha vais perceber depois que há coisas que sabem bem apreciando!! Tipo, os gelados!)

Mónica disse...

teresa catatua: tocaste no ponto fraco, sou apreciadora de gelados :-)

Alcina disse...

Há muitas maneiras de demonstrar o amor... esta é uma delas!
Que interessa a forma como é escrita?...
Talvez não tenha "coragem" de o dizer de outra maneira
Bjs

Belzebu disse...

Foi escrito depressinha, porque provávelmente ele estava em pleno acto de amucanço! Contra a parede, na calada da noite!

eheheh!! Saudações infernais!

rui-son disse...

Alcina, a forma como está escrita até que concordo contigo que não interessa. Agora o sitio onde está escrita é que já não é assim. Também já tive "prendas" dessas nas paredes do prédio, e sinceramente não é muito agradavel. O telemovel, o papel, etc. servem para essas coisas, as paredes servem para outras.

Nucha disse...

Histórias:

Não me lembro de ter merecido nada no género, mas a minha mãe (a minha mãe!!) teve uma declaração de amor, um dia, atravessada em letras gordas na estrada que fazia a caminho da escola! E não era uma viela qualquer: era um circuito onde, à época, se faziam corridas automobilísticas internacionais!

Na estrada, causa menos estrago e, claro, nem pensar em errar a ortografia, caso em que o rapaz seria logo liminarmente eliminado da lista dos pretendentes aceitáveis! :-)

O tal rapaz, hoje, é proeminente figura pública, de farta cabeleira branca e farfalhudo bigode e, que me conste, já não costuma passar pela via onde confessou a sua paixão de miúdo...
Nunca chegaram a ser namorados!

Histórias...

Mónica disse...

nomes nomes :-))))

Anabelacps disse...

Tem piada...
A minha mãe também teve um dia, uma declaração de amor extraordinária:

Ele estava à espera dela à saída da Igreja, e quando ela lá vinha com as amiguinhas do missal, diz-lhe o tipo:
"-Menina, gosto de si..."
Ao que a minha mãe respondeu, em frente de todos os católicos praticantes que por ali estavam, com uma sombrinha pelos cornos do tipo a baixo...

Hoje, ele é gordo, careca e trocou a mulher (loira-lindona-matulona-com-um-VPM) por uma velha desdentada... Não, não é uma figura proeminente. Felizmente nunca chegaram a ser namorados!

Quanto ao AMUT...

Está bom de se ver que é malta dos Açores, a escrever com a pronúncia e tudo... penso eu de que...

Efemerum disse...

não há nada como começar a manhã com um belo AMUT...

ora TUMA por essa é que tu não esperavas!


beijo

Mónica disse...

bom dia! nada melhor para começar o dia, sem dúvida!

Leonor disse...

Agora estou a perceber... É por estas e por outras que a malta agora deixa de fazer declarações de amor...
Nucha e Sofia: e nomes??? é que eu sou muitaaaaaaaaaaaaa cusca!!!

Sofia disse...

Eu não contei nenhuma história por isso estou livre de esclarecimentos. Mas acho que os nomes são o de menos, as histórias é que são engraçadas.


Confesso que nunca inspirei nenhum Menino a cometer tal loucura. No meu tempo escreviam em papéis e vinham entregá-los em mão os mais tímidos mandavam um amigo. Alguns utilizavam este modelo para a declaração outros colocavam no papel “queres namorar comigo?” e tínhamos duas possibilidades o sim e o não com os respectivos quadradinhos.

Mónica disse...

Alcina: a fotografia foi tirada no café por baixo do nosso antigo local de trabalho :-)

Anónimo disse...

Mónica: Para quem seria?
Será que têm saudades de uma de nós?

Mónica disse...

Alcina anónima: talvez!!! ;-)

Alcina disse...

Rui,concordo perfeitamente que não é nada agradável ver estas "prendas", nas paredes dos nossos prédios!...
O que me levou a fazer o comentário,foi a forma como essa "prenda" foi criticada...(não pelo lugar, mas pelos erros que ela continha)...isso é mau! porque todos nós cometemos erros, e ninguém esta imune às criticas dos outros!
Mas mudando de assunto...lol
Como sabes que a pessoa tinha telemovel?...e papel? talvez nem esferográfica tivesse...

rui-son disse...

Eheheh... pois é, podia não ter... mas com alguma coisa riscou/sujou a parede. E, em principio, tinha boca para dizer pessoalmente. Ou pelo menos mãos tinha, pois escreveu na parede, podia sempre utilizar linguagem gestual. A menos que não tenha nem mãos nem boca e tenha pedido a alguém para escrever. Mas sendo assim como será que pediu...?? lol

alcina disse...

Simplesmente não pediu!...
lol
Falta de coragem...

Mónica disse...

Alcina e Rui-son: tou a gostar da vossa "discussão" :-) mal sabe o "grafiteiro" no que deu ;-)

Alcina disse...

Monica, essa não percebi???..."discussão"?
Tu conheces-me... sabes que nunca me calo, tenho que responder sempre! seja bom, seja mau...que não me provoquem! (tou a brincar)
Um beijo para todos